Atenção

Anvisa proíbe venda de suplemento alimentar com estimulante

Tainah Medeiros
A venda de suplemento alimentar com DMAA, estimulante que auxilia o emagrecimento e aumenta o rendimento atlético, está proibido no Brasil

A venda de suplemento alimentar com DMAA, estimulante que auxilia no emagrecimento e aumenta o rendimento em exercícios físicos, está proibido no Brasil

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou nesta terça-feira (10/07/2012) a suspensão da venda, distribuição e divulgação do termogênico e suplemento alimentar Oxielite Pro. A agência informou que o produto é fabricado por uma empresa desconhecida e contém a substância DMAA (dimethilamylamine), recentemente incluída na lista de medicamentos banidos no Brasil, o que impede a importação desse suplemento.

Emagrecedores proibidos pela Anvisa

O DMAA é um estimulante que ajuda a emagrecer e aumenta o rendimento durante exercícios físicos, mas pode trazer complicações a saúde. A substância é encontrada também na composição dos suplementos Jack3D e Lipo6 Black.

Segundo a agência, além de DMAA, esses produtos contêm estimulantes e hormônios que não podem ser consumidos sem acompanhamento médico. O uso contínuo pode acarretar danos cardiovasculares, alterações no sistema nervoso e, até mesmo, levar à morte.

Muitos outros suplementos são comercializados irregularmente no país, sem terem passado por nenhum tipo de avaliação de segurança. A Anvisa recomenda a quem consome ou pretende consumir tais produtos que procure um nutricionista ou médico para a identificação das marcas que sejam seguras e regularizadas.

Para quem possui produtos com DMAA, a agência recomenda que busquem orientação com a autoridade sanitária local ou por meio da central de atendimento da Anvisa, pelo telefone 0800 642  9782.