Tratamento para varizes

SUS passa a oferecer novo tratamento para varizes

Ascom Ministério da Saúde

Os usuários do SUS já podem contar a partir de agora com técnicas menos invasivas e mais modernas para o tratamento de varizes e para realizar cirurgia bariátrica.

Para o tratamento de varizes, os pacientes terão à disposição a escleroterapia ecoguiada com espuma, que consiste em aplicar uma substância esclerosante chamada polidocanol, em forma de espuma, diretamente nas varizes, até que elas desapareçam.

Já as pessoas com obesidade mórbida contarão com a técnica de gastroplastia videolaparoscópica, opção mais utilizada no mundo para a realização da cirurgia bariátrica para promover a perda de peso.

Considerada uma técnica inovadora para o tratamento de varizes, a escleroterapia ecoguiada com espuma não precisa de internação, exige menos tempo de tratamento e promove rápida recuperação. Segundo estudos apresentados à Conitec (Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias ao SUS), a técnica provoca menos dor no pós-operatório e o paciente precisa de menos tempo de licença para tratamento médico.

Veja também: Varizes: fatores de risco e prevenção

Segundo o angiologista Marcelo Ruettimann Liberato, pioneiro na aplicação desse tipo de tratamento no SUS em Salvador (BA), a técnica não exige anestesia nem cortes profundos no paciente.

“O médico pega a veia com uma agulha bem fininha, injeta espuma e acompanha o doente durante esse processo. A espuma fecha a veia, ela vira um cordão de fibrose duro que será absorvido aos poucos pelo organismo. Dependendo do tamanho da veia, ela some em um mês ou pode demorar até seis meses para desaparecer completamente. Mas imediatamente após ser fechada, ela deixa de acumular sangue, e a pessoa não tem mais inflamação, dor, sensação de peso e cansaço, e o sofrimento que ela costuma ter com esse tipo de problema passa.”

As varizes em geral aparecem a partir dos 30 anos, e a maior incidência é registrada em quem possui histórico familiar e naqueles que  levam vida sedentária, tem pressão alta, obesidade ou passam longos períodos em pé. Os sintomas são dor, queimação, sensação de peso nas pernas e inchaço nos tornozelos. Uma das formas de prevenção é manter hábitos saudáveis de alimentação, além de praticar exercícios físicos regularmente.

Saiba mais: Quando as varizes se tornam um problema