Medicamentos

Por que os genéricos são mais baratos?

Paula Andregheto

medicamentos genericos

Genéricos são medicamentos que têm a mesma ação do medicamento de referência, mas com um custo muito mais baixo.

Nos países onde a política de genéricos está mais consolidada, os genéricos custam em média metade do preço do medicamento de referência.

A ação terapêutica é igual porque o medicamento genérico possui o mesmo princípio ativo, a mesma dose, mesma forma farmacêutica e é administrado da mesma maneira que o de referência.

Mas sempre volta a questão: se os genéricos são iguais, por que são mais baratos? Aí tem…

O motivo de serem mais baratos não tem nada a ver com a ação do medicamento, e sim com gastos que as indústrias dos medicamentos de referência têm e que as de genéricos não têm.

Uma indústria que desenvolve um medicamento novo gasta milhões de dólares em estudos clínicos que levam anos para serem concluídos. Além disso, depois elas precisam gastar com propaganda e publicidade para vender seus produtos recém-chegados ao mercado.

A indústria de genéricos não tem esses gastos, o que não significa que a qualidade é inferior. Os testes de bioequivalência, usados para provar que têm a mesma ação dos de referência, são um processo rigoroso, mas têm custos bem menores. Assim, os genéricos podem chegar às prateleiras muito mais baratos para o consumidor.