corpo humano

Faringe

3d rendered illustration of the male larynx

A faringe tem forma de um funil (largo em cima e estreito embaixo) de 12 a 15 cm de comprimento e se localiza à frente da coluna cervical, atrás das fossas nasais, da cavidade bucal e da laringe e segue até o esôfago. Os ouvidos também têm ligação com a faringe.

É composta por uma camada de músculos e revestida por mucosa que acumula folículos linfoides, células de defesa que fazem parte do sistema imunológico. Alguns dos folículos são denominados amídalas (duas delas, as amídalas palatinas, se localizam na faringe média – conseguimos vê-las no fundo da garganta, quando abrimos bem a boca). Essas células protegem contra micro-organismos presentes no ar e nos alimentos.

A faringe conecta o nariz e a boca à laringe e ao esôfago. Funciona como ponto de encontro entre o aparelho digestório e o respiratório.

A comunicação entre faringe e laringe é protegida pela epiglote, que funciona como uma válvula que fecha a entrada do esôfago durante a inspiração e conduz o ar para a traqueia.

Na deglutição, a epiglote fecha a laringe, impedindo que os alimentos cheguem à traqueia e permitindo que desçam para o esôfago.

A faringe é dividida entre nasofaringe ou rinofaringe (localizada atrás da cavidade nasal, liga-se à orofaringe); orofaringe (localizada atrás da cavidade oral, liga-se à cavidade bucal); e a laringofaringe (parte inferior da faringe e continuação da orofaringe, liga-se à laringe e ao esôfago).