Doenças e Sintomas

Piolho (Pediculose)

O piolho do couro cabeludo (Pediculus humanus capitis) é um inseto que se alimenta do sangue das pessoas e reproduz-se com rapidez.Transmitido de uma pessoa para outra, ele se instala no folículo piloso, ou seja, na base do cabelo, onde deposita seus ovos, as lêndeas, fáceis de serem reconhecidas e que se diferem da caspa porque ficam grudadas no pelo.

O período de incubação dura de 8 a 10 dias. A infestação ocorre mais em crianças, principalmente nas que frequentam escolas e estão em contato com outras crianças. Não tratar a pediculose capilar infantil pode acarretar mau desempenho escolar por causa da coceira, noites mal dormidas e, nos casos mais graves, anemia provocada pela hematofagia desses insetos.

Sintomas

* Coceira intensa no couro cabeludo;

* Feridas causadas pelo ato de coçar;

* Marcas visíveis deixadas pelas picadas de inseto;

* Aparecimento de ínguas e infecções secundárias nos casos mais graves de infestação.

Tratamento

É feito à base de inseticidas piretroides de uso local. Depois da aplicação, o medicamento deve permanecer na cabeça protegida por uma touca durante algumas horas.

A aplicação deve ser realizada durante cinco dias consecutivos e repetida de sete a dez dias depois para atacar os ovos que ainda não haviam eclodido na fase inicial do tratamento, que deve ser estendido para toda a família e/ou parceiros, mesmo que assintomáticos. É importante que, nas escolas, sem exceção, os alunos que estiveram em contato com a criança afetada sejam tratados concomitantemente.

O kit de tratamento tópico já vem com pente fino para remover as lêndeas mortas. Já existem medicamentos por via oral contra a pediculose.

Recomendações

* Examine com frequência a cabeça das crianças;

* Verifique se cílios e sobrancelhas também não estão afetados pelo inseto;

* Troque e lave com regularidade a roupa de uso pessoal e a de cama dos portadores de pediculose. O mesmo deve ser feito com a roupa de todas as pessoas que moram na mesma casa;

* Não use querosene para matar os piolhos e retirar as lêndeas, porque é um produto tóxico;

* Instrua as crianças para não usarem escovas de cabelo ou bonés dos colegas de escola;

* Não se esqueça de que o tratamento da pediculose deve abranger todas as pessoas que convivem no mesmo espaço.