Doenças e sintomas

Dermatite seborreica (Caspa)

Dermatite seborreica, também conhecida pelos nomes de seborreia, caspa ou eczema, é uma afecção crônica que se manifesta em partes do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas ou a presença de um fungo, o Pityrosporum ovale.

Ela se manifesta sob a forma de lesões avermelhadas que descamam e coçam principalmente no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, perto do nariz, atrás e dentro das orelhas, no peito, nas costas e nas dobras de pele (axilas, virilhas e debaixo dos seios). Nos bebês, é conhecida como crosta láctea, uma placa gordurosa que adere ao couro cabeludo, mas que pode também aparecer na região das fraldas.

A dermatite seborreica não é contagiosa.

Causas

As causas da dermatite seborreica não são conhecidas. Sabe-se que alterações hormonais, estresse, clima seco, frio e mudanças bruscas de temperatura agravam o quadro.

Sintomas

Lesões avermelhadas com descamação e coceira que pode ser mais ou menos intensa. No couro cabeludo, essa descamação pode soltar-se e cair em pequenos fragmentos, dando origem ao que popularmente se chama de caspa.

Tratamento

Não existe tratamento para a cura definitiva da dermatite seborreica, mas existem medicamentos específicos para a pele e o couro cabeludo capazes de controlar os sintomas.

Recomendações

* Caspa não é sinal de falta de asseio nem prenúncio de queda de cabelos e pode ser controlada com alguns produtos especiais de uso local. Procure a orientação de um dermatologista;

* Evite a ingestão de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas;

* Não tome banhos muito quentes. Enxugue-se bem antes de vestir-se. A umidade pode ser fator desencadeante das lesões;

* Procure usar roupas que não retenham o suor. Tecidos sintéticos
costumam ser contraindicados para quem tem tendência à dermatite seborreica;

* Tente controlar o estresse físico e mental e a ansiedade. Não é fácil, mas ajuda;

* Retire completamente o xampu e o condicionador dos cabelos quando lavar a cabeça;

* Passe óleo mineral na cabeça do bebê antes de remover a crosta láctea. Troque suas fraldas com frequência. O contato úmido da fralda com a pele da criança pode favorecer o aparecimento de erupções cutâneas.