Estudo revela

Metade dos dependentes químicos apresenta doenças psíquicas

Tainah Medeiros

Um estudo feito pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo revelou que metade dos dependentes químicos tem doenças psíquicas associadas. A pesquisa avaliou o perfil de 1,3 mil dependentes de álcool e drogas tratados nos últimos três anos na unidade estadual de álcool e drogas do Hospital Lacan, em São Bernardo, região metropolitana de SP, e mostrou que 51% apresentavam doenças como depressão, transtorno bipolar e transtorno obsessivo-compulsivo.

Tratamento do alcoolismo
Dependência química

Os pacientes com transtornos estão mais vulneráveis à dependência química. No caso das mulheres, 56% das dependentes apresentam doença psíquicas, já entre os homens esse índice é menor, porém  tão significativos quanto o do sexo feminino, somando 50,1

Importante ressaltar que o consumo de entorpecentes ou de álcool em excesso pode potencializar as doenças psíquicas nas pessoas que têm predisposição genética. Os riscos de desenvolver esquizofrenia aumentam em até sete vezes quando as pessoas pré fazem o consumo de drogas.