Corpo humano

Neurônios

 

Base do sistema nervoso, os neurônios são células características do sistema nervoso que possuem a capacidade de estabelecer conexões entre si quando recebem estímulos do ambiente externo ou do próprio organismo. São os responsáveis por transmitir os impulsos nervosos ao cérebro. Temos cerca de 86 bilhões de neurônios e sua estrutura é geralmente a mesma: há o corpo celular, que acomoda o núcleo e as organelas celulares; o axônio, uma prolongação única, revestida de mielina (camada lipídica que atua na condução dos impulsos nervosos) e responsável por conduzir os impulsos; e os dendritos, que são ramificações tanto do corpo celular quanto do axônio e realizam a comunicação entre os neurônios, por meio das sinapses.

Há três tipos principais de neurônios: os sensoriais; os motores; e os interneurônios. Os neurônios sensoriais levam a informação captada do ambiente externo até o sistema nervoso, por meio dos receptores de estímulos (sejam eles mecânicos ou químicos). Os interneurônios, grupo de neurônios mais numeroso, transmitem o sinal dos neurônios sensoriais ao sistema nervoso central. Os motores conduzem a resposta ao estímulo recebido, do sistema nervoso central ao órgão ou tecido estimulados.

A comunicação entre os neurônios ocorre na fenda sináptica (espaço entre os neurônios) que, no momento da transmissão da informação, é preenchida por neurotransmissores, substâncias químicas armazenadas em vesículas nos dendritos e que provocam reações nos tecidos. Cada neurotransmissor produz um efeito, e cada neurônio possui diversos tipos de substâncias químicas, ou seja, um neurônio pode provocar diversas reações dependendo do estímulo recebido.